PILATES para corredores

Correr está em alta, e hoje existe muita informação sobre isso com fácil acesso. São comuns os grupos de corridas, que se reúnem e treinam conjuntamente mesmo com diferentes perfis e muitas vezes sem terem realizado uma avaliação ou ainda sem um acompanhamento profissional. A corrida é um esporte socializante, mas a falta de individualização pode trazer lesões.
O treino de um corredor é constituído de potência, coordenação e estabilidade. As articulações dos joelhos, tornozelos e quadris sofrem uma sobrecarga devido ao movimento repetitivo da corrida.
O movimento repetitivo pode também gerar uma sobrecarga da coluna, podendo causar lesão como a hérnia de disco por exemplo.
Através dos exercícios o Pilates promove reequilíbrio muscular, economia de movimentos pelo aumento da capacidade e controle respiratório, alinhamento articular, relaxamento consciente de tensões, fortalecimento e estabilização dos músculos do tronco e dos membros inferiores. A prática do método traz ao corpo fluidez e harmonia ao movimento para que consiga realizar a corrida de forma mais segura.
Fortalecer o Power House promove maior sustentação da coluna gerando maior controle da postura, fluidez e economia dos movimentos. Pode ser muito eficaz no pós-treino já que aumenta a capacidade respiratória aliviando dores e fadiga muscular.
Fortalece a musculatura sem gerar hipertrofia, mantendo a leveza, tonificando a musculatura e prevenindo lesões. A melhora da flexibilidade diminui os riscos de estiramentos, melhora a circulação sanguínea.
Promove o recrutamento muscular, criando resistência para os tipos de contração muscular isotônica excêntrica, isométrica e isotônica concêntrica.
O uso de acessórios como a bola, overball, faixas elásticas e bosu, ajuda no condicionamento já que podemos simular gestos esportivos.
Os principais músculos utilizados na corrida são o glúteo máximo, quadríceps, ísquiotibiais, gastrocnêmio, sóleo, fibulares, flexores plantares. Não podemos esquecer os membros superiores (bíceps e deltóides). Muitos não valorizam o movimento dos braços, mas eles também são importantes.
Sem esquecer os músculos do tronco e estabilizadores da coluna.
Durante as aulas devemos dar ênfase a esses grupos musculares.
O Pilates então pode ser incluído no treino de corredores para prevenir lesões, potencializar o desempenho esportivo e ainda como reabilitação.




Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *